quinta-feira, julho 23, 2009

Quisera

Quisera


Quisera eu

contemplar o mundo,

sem o gosto amargo

dos teus pecados.


Quisera eu, no leito,

deliciar-me

a contemplar a rigidez do falo.


Quisera
sugá-lo no orvalho

e adormecer

sonhando luas

e astros.

2 comentários:

Rosangela Cunha disse...

"Sem o gosto amargo do pecado"... Quisera eu! Texto perfeito!

Cris de Souza disse...

" Ah, bruta flor do querer... "