sábado, setembro 18, 2010

Nau Azul

A nau azul navega
no azul dos olhos.

Contemplo o horizonte,
ouço a despedida do sol.
Saudosas, velhas senhoras,
vestem as cores lusitanas.

A melancolia dos fados,
espalha-se no ar das caravelas.
Meus braços deslizam no mar,
embriago-me, cortando as nuvens.

2 comentários:

POESIAS EM FOCO disse...

Que belos versos esses seus poeta, uma maravilha de versejar, parabéns sempre.

valeria soares disse...

Adorei!